Existem diferentes tipos de fraude financeira em relação aos quais se devem tomar as necessárias precauções. Há cuidados gerais a ter para proteção dos dados ou documentos pessoais. Mas há também cuidados específicos a ter em relação aos produtos bancários, produtos de investimento e seguros.

ESQUEMAS DE FRAUDE FINANCEIRA

As fraudes financeiras podem assumir diferentes graus de sofisticação e as mais diversas formas, como por exemplo:
  • apropriação indevida de dados pessoais, por telefone, pela internet ou por furto de documentos; 
  • falsas propostas de aplicação de dinheiro com remunerações elevadas, através de contactos telefónicos, correio eletrónico ou outros meios; 
  • ofertas de concessão de crédito por parte de particulares ou outras entidades não autorizadas a fazê-lo; ou
  • falsificação de notas e moedas.

CONTACTOS EM CASO DE FRAUDE

As pessoas que tenham sido vítimas de fraude financeira, ou que desconfiem de alguma situação irregular, devem contactar de imediato a instituição de crédito. Podem também contactar as seguintes entidades:
  • órgão de polícia mais próximo (PSP, GNR, Polícia Judiciária),
  • Ministério Público,
  • Comissão Nacional de Proteção de Dados, ou
  • Direção-Geral do Consumidor.