Elaborar o orçamento familiar é uma importante tarefa na gestão das finanças pessoais. Permite controlar melhor o dinheiro e planear o futuro com segurança e confiança.

O primeiro passo é identificar todos os rendimentos e todas as despesas. Esta tarefa consiste em calcular quanto se ganha e quanto se gasta.

Este exercício permite determinar o saldo entre rendimentos e despesas. Esta avaliação da situação financeira deve dar particular atenção aos encargos com o pagamento de empréstimos que tenham sido contratados.

A percentagem dos encargos com o pagamento dos empréstimos bancários no total do rendimento designa-se de taxa de esforço. É importante calcular a taxa de esforço, sobretudo antes da decisão de se contraírem novos créditos.

A elaboração do orçamento familiar é importante para o controlo das despesas correntes e para a tomada de decisões financeiras importantes, como a preparação da reforma, a educação dos filhos ou a compra de uma casa.

A realização adequada do orçamento passa por definir objetivos para a poupança.