Pelo quinto ano consecutivo, o Banco de Portugal associou-se às comemorações da Global Money Week (GMW), participando na sessão especial organizada pela Child and Youth Finance International (CYFI) para assinalar a 6.ª edição desta iniciativa, em Amsterdão, e dinamizando, ao longo da semana, atividades no Museu do Dinheiro em Lisboa e em escolas de todo o país.

No dia 30 de março, o Banco de Portugal participou na Round table discussion on digital finance and consumer protection implications for the youth, que teve lugar em Amsterdão, na Holanda, e na sessão especial organizada pela CYFI com representantes de vários países, que contou com a presença e alto patrocínio da Rainha Máxima da Holanda. Nesta sessão, difundida através de um webinar, foram discutidas as implicações para os jovens da utilização de serviços financeiros através dos canais digitais e foi apresentado um documento da CYFI com recomendações para a utilização segura de meios de pagamento por parte dos jovens.

No dia 29 de março, o Banco de Portugal realizou diversas atividades no Museu do Dinheiro em Lisboa, com uma escola de São Pedro do Sul e duas escolas de Leiria e Faro, que receberam menções honrosas na 5.ª edição do Concurso Todos Contam. Nestas atividades participaram 84 alunos de diversas idades.

Os alunos do Agrupamento de Escolas de São Pedro do Sul e do Agrupamento de Escolas João de Deus, de Faro, visitaram o Museu do Dinheiro, onde assistiram à atividade “História da banca”, sobre a evolução do dinheiro e o surgimento da atividade bancária. Participaram depois no jogo “Equilibra o orçamento”, em que responderam a questões sobre finanças pessoais para ajudar a equilibrar o orçamento do Sr. António. Os alunos do Jardim-Escola João de Deus visitaram também o Museu do Dinheiro e participaram na atividade “Troco por trocas”, onde conheceram as rotas mercantis dos séculos XIII a XVII e a forma como se negociava no Oriente nesta época. Jogaram depois o jogo “Arrumar para ganhar”, em que tiveram de classificar corretamente rendimentos fixos e variáveis, despesas necessárias e supérfluas para ajudar o Tomás a organizar o seu orçamento.

Durante toda a semana (27 a 31 de março), o Banco de Portugal, através da sua Rede Regional, dinamizou ainda sessões de formação sobre orçamento e poupança para alunos de todas as idades de escolas dos distritos do Porto, Viseu, Coimbra e Faro.