Os vencedores da 5.ª edição do Concurso Todos Contam, que distingue os melhores projetos de formação financeira a implementar nas escolas portuguesas, foram hoje anunciados durante a sessão solene do Dia da Formação Financeira, que decorreu na Escola Secundária da Amadora.

O júri do Concurso Todos Contam atribuiu prémios às seguintes escolas:

  • Educação pré-escolar: Centro de Bem Estar Social Foros de Salvaterra (Santarém);
  • 1.º ciclo do ensino básico: Agrupamento de Escolas de Marco de Canaveses (Porto);
  • 3.º ciclo do ensino básico: Colégio de São Teotónio (Coimbra);
  • Ensino secundário: Agrupamento de Escolas Pioneiros da Aviação Portuguesa - Escola Secundária da Amadora (Lisboa);
  • Prémio Especial do Júri: Agrupamento de Escolas General Serpa Pinto de Cinfães - Escola EB 2,3 General Serpa Pinto (Viseu).

Este prémio especial foi atribuído pelo júri para valorizar a continuidade dos projetos, implementados ao longo de vários anos letivos.

O júri decidiu ainda atribuir menções honrosas às seguintes escolas:

  • Educação pré-escolar: Jardim-Escola João de Deus (Leiria);
  • 3.º ciclo do ensino básico: Agrupamento de Escolas D. Dinis de Odivelas - Escola Básica D. Dinis (Lisboa);
  • 3.º ciclo do ensino básico: Agrupamento Martim de Freitas - Centro Educativo dos Olivais (Coimbra);
  • 3.º ciclo do ensino básico: Escola Profissional Vértice (Porto);
  • Ensino secundário: Agrupamento de Escolas João de Deus - Escola EB1/JI n.º 4 de Faro; Escola EB2/3 Santo António; Escola Secundária João de Deus (Faro);
  • Ensino secundário: Agrupamento de Escolas de Búzio (Aveiro).

A 5.ª edição do Concurso Todos Contam contou com um total de 49 candidaturas, que envolveram 71 escolas da maioria dos distritos de Portugal Continental e também das Regiões Autónomas da Madeira e dos Açores e cerca de 15 500 alunos.

Dos 49 projetos submetidos a concurso, 5 projetos candidataram-se à educação pré-escolar, 12 ao 1.º ciclo do ensino básico, 5 ao 2.º ciclo do ensino básico, 16 ao 3.º ciclo do ensino básico e 11 ao ensino secundário, independentemente de envolverem outros níveis de educação ou ciclos de ensino.

Nesta edição, o júri decidiu não atribuir o prémio para o 2.º ciclo do ensino básico por considerar que os projetos apresentados não incluíam informação suficiente que lhe permitisse avaliar adequadamente as condições para a sua efetiva implementação.

Concurso Todos Contam

O Concurso Todos Contam é promovido pelo Conselho Nacional de Supervisores Financeiros – Banco de Portugal, Comissão do Mercado de Valores Mobiliários e Autoridade de Supervisão de Seguros e Fundos de Pensões – e pelo Ministério da Educação, através da Direção-Geral da Educação e da Agência Nacional para a Qualificação e o Ensino Profissional. Este concurso enquadra-se nos trabalhos do Plano Nacional de Formação Financeira.

O júri do Concurso Todos Contam é constituído por Isabel Alçada (que preside), Maria Emília Brederode Santos, Maria Amélia Cupertino de Miranda, pelo Diretor-Geral da Educação,  José Vítor Pedroso, e pela representante da Agência Nacional para a Qualificação e o Ensino Profissional, Cristina Pereira.